10 etapas para começar com o Meshmixer na impressão em 3D

Está pensando em projetar algum objeto em 3D? Use o Meshmixer, software  de manipulação de arquivos em 3D para a impressão, da Autodesk. Aprenda, no post de hoje, a utilizar esse programa em 10 etapas e garanta o seu sucesso nele.

O Autodesk Meshmixer é um fantástico programa gratuito para criar e manipular arquivos para impressão 3D. Se você precisa limpar uma digitalização ou, até mesmo, projetar um objeto para impressão em 3D, o Meshmixer pode ajudar.

Hoje, nós seguimos 10 etapas valiosas para garantir que você consiga-o usar de forma efetiva,  tornando-o em uma ferramenta capaz de lhe levar ao próximo nível. Confira!

Etapa 1: Importando modelos e Controle Básico

Este é um ótimo lugar para começar. Você ficará satisfeito ao saber que uma vasta gama de tipos de arquivos 3D pode ser carregada no Meshmixer, incluindo STL, OBJ, PLY e AMF.

Importar um modelo é muito simples, basta abrir o software, clicar em “Import” e selecionar o arquivo que deseja carregar. Para aproximar ou distanciar de um modelo, você pode usar o botão de rolagem do mouse e mover o modelo usando o botão direito. Finalmente, Ctrl + Z é para desfazer e Ctrl + Y é refazer

Etapa 2: Transformando seu modelo

Uma vez que você carrega seu modelo 3D, o próximo passo é manipular o modelo para que você possa continuar trabalhando efetivamente e torná-lo pronto para impressão em 3D ou, se for necessária uma edição mínima, você pode simplesmente girar para otimizar a impressão em 3D e exportar (passo 10).

Lembre-se: em uma impressão 3D não é crucial, mas é ideal que você precise de duas coisas: Primeiramente, você quer que o objeto fique plano em cima da mesa de impressão, se possível, em segundo, você tem que ter um espaçamento mínimo.

Uma sobreposição é uma área de um modelo onde há suporte limitado por baixo. Qualquer coisa incluindo até uma saliência angulada de 45 graus é imprimível, no entanto, quanto mais você aumentar esse ângulo, menor será o acabamento. Você pode alterar o modelo de forma que os espaçamentos sejam minimizados. Selecione “Edit e Transform” para rotação, basta escolher uma das curvas coloridas (azul, verde e vermelho) para se transformar em torno desse eixo particular. Usando a transformação, você também pode traduzir ao longo de um eixo e assim aumentar o tamanho em uma determinada direção. Isso é feito clicando e arrastando os quadrados no final de cada seta colorida. Quando estiver satisfeito com sua transformação, clique em “Accept” para salvar as alterações.

Rotação do modelo 3D no Meshmixer
Rotação do modelo 3D no Meshmixer

Etapa 3: Dimensionando seu modelo

Redimensionar ou dimensionar seu modelo geralmente é necessário ou, se não, confirmar o tamanho do modelo antes da impressão 3D, pelo menos. Isso é facilmente alcançado ao selecionar “Analysis” (na barra de ferramentas a esquerda) e depois selecionar “Units/Dimensions”. Você pode alterar a dimensão ao longo de qualquer eixo e isso irá automaticamente escalar seu modelo de acordo com o desejado. Uma vez satisfeito com as dimensões, clique em “Done”.

Modelo 3D sendo dimensionado no Meshmixer
Modelo 3D sendo dimensionado no Meshmixer

Etapa 4: Reduzindo o tamanho do arquivo

A possibilidade de reduzir o tamanho do arquivo do seu modelo é extremamente útil, especialmente se o seu modelo for um desenho de alta qualidade, pois muitas vezes podem ser superiores a 100 MB. Um arquivo 3D geralmente é constituído por uma série de triângulos. Quanto maior este número de triângulos, mais detalhado o modelo e isso significa um tamanho de arquivo maior. No caso de um desenho 3D de alta qualidade, reduzir o número de triângulos substancialmente não terá um efeito enorme na qualidade geral da sua impressão em 3D. Para reduzir, escolha “Select” e, em seguida, clique na área do modelo que deseja reduzir. Se você deseja reduzir todo o modelo, clique duas vezes no modelo e isso selecionará a totalidade. Uma vez selecionado, selecione “Edit e Reduce” e use o controle deslizante de porcentagem. Exemplo: se um modelo é composto de 10.000 triângulos e você desliza para 80%, então você ficará com um modelo de triângulo de 2.000.

Tamanho do modelo 3D sendo reduzido no Meshmixer
Tamanho do modelo 3D sendo reduzido no Meshmixer

Etapa 5: Corte de plano

Esta é uma ferramenta útil para cortar partes de seu modelo em qualquer direção que desejar. Talvez haja uma área do modelo que você quer ser completamente nivelada ou apenas certas partes que você quer se livrar completamente, basta selecionar “Edit e Plane Cut”. Você pode alterar o ângulo do corte usando as curvas coloridas e o posicionamento usando as setas. A grande seta azul permite que você selecione a área de cada lado do corte que deseja remover. Uma vez que você está satisfeito com o posicionamento do corte, basta clicar em “Accept”.

Partes do modelo 3D sendo cortadas no Meshmixer
Partes do modelo 3D sendo cortadas no Meshmixer

Etapa 6: Reparo de Malha

Seu modelo deve ser impermeável para a impressão, no entanto, ocasionalmente, você encontrou um buraco ou espaço no seu modelo 3D. Felizmente, o meshmixer pode ajudar. Selecione “Analysis>Inspector” para investigar se seu modelo possui algum buraco. Você receberá esferas que indicam onde os orifícios estão localizados. Existem 3 modos para preenchimento de furos: mínimo (número mínimo de polígonos), plano (auto-explicativo) ou preenchimento suave (usa superfícies circundantes para criar uma aparência suave). Você pode selecionar diferentes preenchimentos para diferentes furos selecionando seu método de preenchimento preferido e, em seguida, clicando na esfera que deseja preencher usando este método, antes de passar para outra área do modelo. Se você deseja reparar todos os furos com o mesmo método, escolha um tipo de preenchimento e selecione “Auto Repair.” O parâmetro “Small Thresh” especifica o limite para o que é detectado como um “componente pequeno”. Essas áreas são excluídas por reparo automático. Isso pode ser problemático se seu modelo contiver pequenas peças. Ao reduzir o controle deslizante “Small Thresh”, essas pequenas áreas componentes serão preservadas. Tenha em mente que qualquer alteração que você faz é fácil de desfazer com Ctrl + Z.

Buracos/espaços do modelo 3D sendo consertados no Meshmixer
Buracos/espaços do modelo 3D sendo consertados no Meshmixer

Etapa 7: Medida

A capacidade de medir com precisão todos os aspectos do seu modelo 3D pode ser muito útil. Por exemplo, você pode querer entender como a mudança da escala global do modelo tem efeito em vários aspectos individuais. Para a produção de protótipos e peças mecânicas, esta ferramenta é essencial. Selecione “Analysis>Measuare” e, ao variar o tipo e a direção, você pode medir com precisão qualquer parte das regiões externas do seu projeto.

Medindo a precisão das regiões externas do modelo 3D no Meshmixer
Medindo a precisão das regiões externas do modelo 3D no Meshmixer

Etapa 8: divide seu modelo

Na Meshmixer você é capaz de dividir o modelo em várias fatias. Isso é muito útil quando o modelo é grande e exige que a impressão em 3D seja feita com componentes separados. Também é uma alternativa, você pode dividir seu modelo para poder analisar melhor áreas separadas do seu modelo 3D. Comece selecionando “Edit>Make Slices”. Existem dois métodos que você pode escolher: Stacked ou Stacked3D. Stacked3D incorpora a forma geral do seu modelo e geralmente é a escolha preferida. Você pode escolher a direção em que deseja criar fatias, ou seja, X, Y ou Z e, finalmente, selecionar a espessura de cada fatia. Selecione o cálculo e você mostrará como seu modelo será cortado. Feito isso, escolha aceitar e seu modelo será dividido com sucesso em arquivos STL separados.

Fatiando modelo 3D para impressão no Meshmixer
Fatiando modelo 3D para impressão no Meshmixer

Etapa 9: Produzir suporte

Se o seu modelo tiver espaçamento, pode dificultar a impressão 3D de forma eficaz, especialmente para as áreas com maior ângulo de sobreposição de 45 graus. Uma das ferramentas mais poderosas da Meshmixer é a geração de suporte, pois é simples e altamente eficaz. Selecione “Analysis>Overhangs” para começar. Aparecerá uma série de opções, tais como trilha de ângulo, suporte avançado, etc. Sinta-se livre para modificar e produzir suas próprias configurações de suporte personalizado, no entanto, ao iniciar, eu aconselharia o uso do menu suspenso (canto superior esquerdo) e selecionando uma das opções de configuração pré-determinadas que estão disponíveis para vários tipos de impressoras 3D listados, por exemplo, Ultimaker 2. Isso irá carregar todas as configurações recomendadas para sua impressora e, em seguida, você pode ajustar facilmente as configurações individuais, se desejar. Por exemplo, se você deseja deixar o seu modelo com suportes mais espessos, clique em “Support Generator” e aumente o diâmetro do suporte. Alguns ajustes podem ser necessários, no entanto, esta ferramenta é muito amigável. Para visualizar suas configurações, selecione “Generate Support” e, se você deseja reverter para ajustar algo, simplesmente selecione “Remove Support”. Uma vez que você está satisfeito com as alterações, clique em “Done”.

Gerando suporte para o modelo 3D no Meshmixer
Gerando suporte para o modelo 3D no Meshmixer

Etapa 10: Exportando seu modelo 3D

Depois de fazer a edição do seu arquivo 3D, selecione “Export” e escolha o tipo de arquivo que deseja salvar. Geralmente, este será o formato STL ASCII, contudo, outras opções incluem OBJ, COLLADA, PLY, AMF e VRML. Então a parte divertida – impressão 3D do seu modelo

Versão original feita por PrintLab 

Esperamos que as etapas acima sejam úteis em sua empresa de impressão em 3D. Essas etapas são apenas uma pequena amostra do que o meshmixer é capaz e, na verdade, existe uma grande variedade de ferramentas extremamente úteis, não só para edição simples, mas também para esculpir e produzir seus próprios projetos em 3D. Se você está interessado em aprender todas as ferramentas e se tornar um mestre, então você pode se inscrever na nossa newsletter, trazemos aplicações reais dessas tecnologias em diversas áreas semanalmente.

 

projetar 3d