Manufatura Aditiva: Por que os fabricantes (ainda) não foram conquistados?

Atualizado em: 7 de abril de 2021 às 9:59

Na indústria 4.0, a manufatura aditiva é uma daquelas inovações que você não pode deixar escapar se quiser acompanhar a concorrência e manter sua vantagem competitiva.

Dito isso, muitos fabricantes em todos os setores da indústria ainda precisam ser conquistados por essa tecnologia. Embora a tecnologia já exista há várias décadas, o nível de aceitação e o grau de maturidade do cliente variam muito de acordo com a sua aplicação.

Então neste artigo vamos citar 3 motivos mais comuns que a manufatura aditiva ainda não conseguiu “seduzir” os fabricantes.

1. Falta de conhecimento sobre a inovação

O primeiro motivo pelo qual os fabricantes ainda não se renderam às promessas da manufatura aditiva é a falta de conhecimento sobre a inovação.

Muitos fabricantes têm usado processos de produção e design testados e comprovados por muitos anos. Portanto, se esses métodos tradicionais já estão permitindo que seus negócios cresçam, eles não estão interessados em mudar suas práticas de trabalho.

Os fabricantes que estão lutando para modernizar seus processos de negócios provavelmente terão problemas para acompanhar seus concorrentes que fazem questão de permanecer na vanguarda da tecnologia.

Faça o download do nosso guia gratuito: Como introduzir impressão 3D no seu negócio

Engenheiro segurando uma peça impressa em 3D com uma impressora DMLS (de metal)

2. Falta de treinamento na tecnologia

O segundo motivo que pode explicar por que os fabricantes ainda não foram conquistados é a falta de treinamento de suas equipes.

Como a impressão 3D é um avanço mais recente , a tecnologia pode não estar no plano de estudos quando os engenheiros dos fabricantes estavam estudando nas universidades. Como tal, eles não estão familiarizados com este processo inovador, o que significa que a adoção é uma luta difícil quando ninguém na empresa sabe como usá-lo.

Sem nenhum treinamento, os fabricantes terão ainda mais dificuldade em identificar as vantagens e os valores que essa tecnologia pode trazer para sua empresa.

Por isso, se sua indústria quer incorporar a impressão 3D para inovar, é importante estar assessorado por uma empresa que tenha um programa de treinamento profissionalizante.

A Wishbox Technologies, além de fornecer equipamentos de ponta e fáceis de usar, dispõe de um programa de capacitação completo em impressão 3D para profissionais da indústria, que você pode consultar gratuitamente clicando aqui.

Engenheiro recebendo treinamento de impressão 3D

3. Uma revisão completa de todo o processo de fabricação

Não podemos enfatizar o fato de que a manufatura aditiva abala todo o processo de design e produção de uma determinada peça, mas isso não é tudo. Também afeta todos os departamentos, incluindo vendas, marketing e pesquisa & desenvolvimento.

Incorporar a manufatura aditiva em uma indústria constitui um verdadeiro projeto corporativo. Acredite ou não, uma mudança tão radical pode parecer assustadora. Os fabricantes podem relutar em revisar todos os seus processos existentes e estabelecer treinamento para vários departamentos ao mesmo tempo, sem qualquer certeza sobre os ganhos que podem obter a longo prazo.

Afinal, por que renovar os processos se eles não estão danificados?

Embora a impressão 3D não tenha sido inventada ontem, só recentemente foi incorporada à indústria de manufatura, e a falta de visão retrospectiva associada à implementação da tecnologia pode representar um obstáculo que impede os fabricantes de adotar a tecnologia.

Contudo, após superar esse obstáculo, muitos profissionais da indústria garantem que os resultados compensam. E muito!

“Uma grande oportunidade com a impressão 3D foi não ficar mais na mão de fornecedores, pois muitas vezes não conseguimos fornecedores nacionais, e ficávamos na mão dos fornecedores internacionais”.
– Diego Silva, engenheiro da Ambev no Brasil

Leia também: Ambev conquista mais confiabilidade na produção com impressora 3D

Importante destacar que a adoção e integração dessa nova tecnologia irá variar de acordo com o setor, com uma série de fatores que precisam ser levados em consideração, como o custo de fabricação por produto, a velocidade de produção necessária para a adoção em massa e o nível de personalização.

Por isso, recomendamos consultar um especialista de manufatura aditiva para entender em quais aspectos do seu cenário a impressão 3D pode ser aplicada. Clique aqui para falar com um de nossos especialistas.

Conclusão

Muitos fabricantes ainda não foram conquistados pela tecnologia devido à falta de informação, treinamento e “medo” da mudança.

Os profissionais do setor de manufatura tem desafios pela frente! Seja ao adotar uma tecnologia emergente, seja ao lidar com um mercado extremamente competitivo.

Se você é um desses fabricantes que ainda não se convenceu que a manufatura aditiva pode significar um marco disruptivo no seu negócio, leia nosso guia sobre a impressão 3D na indústria e descubra as possibilidades de aplicação!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados