Impressão 3D impulsionando carreira na engenharia

Atualizado em: 28 de junho de 2019 às 16:22

Com o mercado de trabalho evoluindo (graças a tecnologia), os perfis profissionais que as empresas procuram mudaram. Não basta mais possuir títulos no currículo, é preciso provar seu valor a empresa, e suas habilidades técnicas podem ser o diferencial. Graças ao know-how em impressão 3D, o engenheiro Cidmar Justos conseguiu impulsionar sua carreira na engenharia e ser contratado em uma Multinacional.

“Eu já trabalhava com uma impressora 3D em casa, então, vi a oportunidade de integrá-la na empresa. Aceitei o desafio e isso se tornou um grande diferencial na hora da minha efetivação”

-Cidmar Justos, em entrevista ao Jornal Página 3

Uma pesquisa da Roland Berger estimou a escassez de mais de 200 milhões de trabalhadores qualificados no mundo, nos próximos 20 anos. Um dos motivos que contribuem para esse cenário é a necessidade de cada vez mais mão de obra qualificada.

O surgimento de novas tecnologias, contribuiu para que técnicos deixem de exercer funções repetitivas, como o encaixe de uma peça, por exemplo. Isso não significa, porém, que os funcionários serão eliminados das linhas de produção. Eles ficarão concentrados em tarefas estratégicas e no controle de projetos.

Sugerir uma inovação que você domina, que melhore algum processo da empresa, pode alavancar sua carreira na engenharia, e você pode potencializar isso ainda mais através de suas próprias atitudes! Tomar iniciativa, conectando-se com a visão da empresa, procurando por soluções juntamente com a empresa e expressando opiniões embasadas!

Carreira na engenharia: Conheça a história de Cidmar

Formado em Engenharia Mecatrônica, Cidmar Justos já usava uma impressora 3D em casa antes de ser contratado pela Multinacional de Curitiba. Inicialmente, ele prestava serviços terceirizados para a empresa, mas foi graças a impressão 3D que ele conseguiu alavancar sua carreira na engenharia.

Engenheiro Cidmar Justos com a impressora 3D Ultimaker S5

Em entrevista ao Jornal Página 3, ele conta que viu a oportunidade de levar as aplicações da impressora 3D para a empresa – graças a sua experiência. Porém, ele ainda precisava de uma solução mais profissional, então, buscou por uma impressoras 3D que pudesse garantir resultados de maior qualidade.

“Após uma pesquisa de mercado para saber qual seria a melhor opção, encontrei a Wishbox. Hoje, são eles que fornecem para toda a empresa em que eu atuo, diz Cidmar.

Foi aí que Cidmar chegou a impressora 3D Ultimaker S5, considerada a melhor impressora 3D desktop por entregar resultados industriais diretamente da mesa dos engenheiros. Com a consultoria personalizada da Wishbox, desde a implementação ao treinamento com a impressora 3D, ele conseguiu justificar que era a tecnologia que estava faltando para a empresa.

Com a implementação da impressora 3D, através do trabalho de Cidmar, a empresa ainda teve mais liberdade no processo de design e otimizou seus processos de produção através de várias aplicações. Além disso, Cidmar conseguiu provar seu valor profissional e a implementação da impressora 3D foi crucial para sua efetivação.

“Podemos testar mais, com rapidez e menor custo. Fazemos hoje 15 peças no valor que antigamente custava uma. Foi um ganho enorme principalmente na questão dos testes. Arriscamos mais e erramos menos”, afirma Cidmar.

Leia também: Cinco-áreas chave para aplicação com impressoras 3D.

Necessidade de profissionais qualificados no mercado de trabalho

Com a indústria cada vez mais integradas à tecnologia, e com a alta competitividade no mercado de trabalho, a especialização é a chave para o sucesso. Agora – mais do que nunca – é necessário bons profissionais na área de manufatura digital, que estejam preparados para superar os desafios tecnológicos.

Segundo uma pesquisa realizada pela CNI (Confederação Nacional das Indústrias), entre as grandes empresas industriais brasileiras, 73% já adotam pelo menos uma das tecnologias digitais, ainda que em estágio inicial de implementação da Indústria 4.0.

O espaço da inovação no Brasil está aumentando graças à adoção de novas tecnologias nos processos de fabricação. A impressão 3D em especial, vêm beneficiando empresas de várias formas – através da prototipagem, fabricação de produtos personalizados, redução de custos e lead-time com terceirização, entre outras aplicações.

Segundo uma pesquisa realizada pela A. T. Kearney,
como resultado da impressão 3D, o número de empregos na engenharia
nos Estados Unidos deve crescer de 64%, para 1,3 milhão em 2027.

Leia mais: Sobre as tendências do mercado de impressão 3D.

E você, está esperando o que para provar seu valor profissional?

Faça como o Cidmar e prove seu valor profissional com o uso das impressoras 3D, aprenda como introduzir a impressão 3D no seu negócio! Não esqueça também de se inscrever na nossa newsletter e receber as novidades do universo 3D.

 

Referências:
Roland Berger
Jornal Página 3
T. Kearney

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados