Beleza transformadora: LOréal se prepara para o futuro com impressão 3D

Atualizado em: 17 de setembro de 2020 às 17:36

No mundo do varejo, as expectativas e os hábitos de compra estão mudando – e isso têm acontecido de forma exponencial.

“Nossos consumidores mudaram muito nos últimos três anos – mais do que nos últimos 30 anos”, disse Anne Debauge, gerente digital de embalagem e desenvolvimento da L’Oréal. “Agora eles querem tudo, a qualquer hora e de qualquer lugar.”

Para ter sucesso, adapte-se

Essa mudança, no entanto, significa que as empresas devem se adaptar, com visão de futuro e inovações para permanecerem à frente da concorrência. Por isso, a L’Oréal iniciou um projeto de transformação digital.

A principal prioridade do projeto é uma resposta direta à ambição do consumidor: acelerar o tempo de lançamento no mercado.

Isso exigia uma mudança nos bastidores – que poderia ser alcançada com o uso de impressoras 3D.

Ao usar a tecnologia, durante o desenvolvimento de um molde para injeção de embalagens, a L’Oréal conseguiu passar de uma ideia para um protótipo físico em menos de um ou dois dias – uma melhora bastante significativa em relação aos seis meses que levaria usando os métodos tradicionais de fabricação.

Usando a impressão 3D, segunda uma publicação no blog da L’Oréal, a empresa criou 14.000 protótipos de embalagens só em 2017.

loreal futuro com impressao 3d wishbox
A L’Oréal usa impressoras 3D para criar protótipos de embalagens para vários produtos

A L’Oréal também usou impressoras 3D para criar ferramentas para controlar a qualidade do produto – gabaritos que ajudariam a posicionar etiquetas com precisão exata, por exemplo – e peças de reposição para fábricas de embalagens.

“Para um novo formato de embalagem, o atraso poderia ser de até 15 semanas para transportar e ter um novo formato de peça de reposição de um frasco”, disse Debauge. “Com a impressão 3D, podemos imprimir internamente e é muito rápido para a equipe iniciar a produção”.

Leia também: Garantindo a continuidade de produção com impressão 3D na Heineken

Comece pequeno, termine grande

Em dezembro de 2018, a L’Oréal adotou 27 impressoras 3D, usadas por equipes de embalagem nos Estados Unidos, Ásia e Europa.

Mas a transformação da L’Oréal foi gradual, começando com uma máquina Ultimaker 2 Go.

Isso permitiu que os engenheiros pudessem desenvolver um entendimento da tecnologia, além de convencer a diretoria de que avançar e ampliar o projeto era benéfico para os resultados e as práticas de negócios.

Posteriormente, a empresa inaugurou um laboratório 3D interno, atualizando as máquinas para quatro impressoras 3D Ultimaker 3.

E então veio a oportunidade de testar a Ultimaker S5.

“É realmente ótimo, os resultados são muito bons ”, disse Debauge. “Temos mais opções de materiais. Temos uma melhor reprodutibilidade das peças. O tamanho da mesa de impressão é maior, para que possamos gerenciar mais peças imprimindo ao mesmo tempo”.

De olho no futuro

Quanto ao futuro, a L’Oréal tem grandes planos.

É claro que existe o potencial de produção em massa, bem como produção em pequenos lotes, perfeita para a fabricação de produtos personalizados para clientes individuais – semelhante à personalização vista no Le Teint Particulier (subsidiária da L’Oréal), Lancôme, uma base misturada na própria loja para combinar com a cor de pele específica do cliente.

Ao todo, a empresa espera revolucionar o setor de autocuidados e beleza.

“Queremos mudar para uma empresa de tecnologia da beleza”, disse Debauge. “Com a impressão 3D, passaremos por enormes e novas experiências de beleza para todos os nossos consumidores.”

Pronto para descobrir o que a impressão 3D pode fazer pelo seu setor? Faça o download gratuito do nosso e-book sobre ‘como introduzir a impressão 3D no seu negócio‘ e comece agora.

Inscreva-se na nossa Newsletter

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados