O encaixe perfeito: Impressão 3D na Indústria Metalúrgica

Atualizado em: 10 de outubro de 2019 às 5:24

A Indústria Metalúrgica exige alta precisão na produção! Cometer erros em projetos ou em moldes pode ser catastrófico, tanto do ponto de vista financeiro quanto em relação ao tempo perdido. Cada detalhe, cada recurso e cada personalização tem um preço, quer seja para uma peça única, ou para produção em massa.

É aí que a impressão 3D entra, para otimizar esses processos! Conheça agora 4 histórias de sucesso da impressão 3D na Indústria Metalúrgica:

Empresa brasileira Riosulense utilizando moldes feitos com impressão 3D no seu processo de fundição
Empresa brasileira Riosulense utilizando moldes feitos com impressão 3D no seu processo de fundição

1- Sylatech: Fundição de peças de metal a partir de impressão 3D

A Sylatech utiliza a impressão 3D como parte de seu processo de fundição. Antes de usar a impressora 3D, seus clientes precisavam investir em ferramentas caras para fabricar um protótipo em metal.

Usando uma impressora 3D desktop, a empresa produz os protótipos em plástico e utiliza esses modelos para criar moldes por meio de um processo de micro-fundição (também conhecido como cera perdida).

Desta forma o protótipo em metal pode ser fabricado antes de investir em ferramentas caras para produção de maior volume, diminuindo o risco de alterações.

Molde para fundição sendo produzido a partir de impressão 3D na Sylatech
Molde para fundição sendo produzido a partir de impressão 3D na Sylatech

“A vantagem de usar impressoras 3D, é que o cliente tem a peça em metal em poucos dias”- Gordon Gunn, diretor de marketing da Sylatech

Esse processo permite que a Sylatech forneça protótipos para seus clientes em dias, se não em horas. Os custos também são potencialmente cortados em milhares, dependendo do projeto. Um protótipo de hélice de iate como o da foto, por exemplo, custa aproximadamente U$800,00 e pode ser concluído em cinco dias. Compare isso com o preço de mais de U$20.000,00 e a espera de quatro semanas que vem com a fabricação tradicional que foi reduzido depois da implementação da impressão 3D!

Continue lendo essa história: Fundição de peças de metal a partir de impressão 3D.

2- Mishimoto: O segredo sobre a velocidade de mercado com impressão 3D

A Mishimoto Automotive – empresa que fabrica radiadores, termostatos, intercoolers para carros de corrida – ajudam seus clientes a aumentarem o desempenho do motor do carro, trocando seus componentes padrões por versões melhores. E quando o assunto é personalização e alto desempenho, as impressoras 3D não podem ficar de fora! A empresa incorporou uma impressora 3D desktop no seu fluxo de trabalho para produção das suas peças em metal, e seus modelos puderam ser lançados mais rapidamente!

Protótipo impresso em 3D sendo testado antes da peça final (em metal) ser produzida
Protótipo impresso em 3D sendo testado antes da peça final (em metal) ser produzida

“É tudo sobre velocidade de mercado” – Jeremy Godin, vice-presidente de produto na Mishimoto Automotive.

Eles já utilizavam uma impressora 3D industrial para prototipagem, porém o custo com a máquina era muito alto. Após a aquisição de uma impressora 3D desktop, os custos com materiais reduziram drasticamente, permitindo também uma maior liberdade para prototipagem. Além desses benefícios, o processo diminuiu o tempo de desenvolvimento em cerca de seis semanas, e eles puderam produzir cerca de 150 novos produtos por ano, 30% disso graças impressão 3D!

Acesse o link e saiba mais: Impressão 3D na Mishimoto: O segredo sobre a velocidade de mercado.

3- Riosulense: A eficiência da impressão 3D para a indústria metalúrgica

A metalúrgica Riosulense atua à mais de 7 décadas e está entre as maiores fabricantes da América Latina de guias, tuchos mecânicos de válvulas, camisas de cilindro e fundidos em ligas especiais, atendendo o setor automotivo.

Na busca de maior agilidade e rapidez no seu processo de fabricação de novas peças para as linhas automotivas, agregaram a impressão 3D para fabricação rápida de protótipos e matrizes para confecção de moldes para fundição.

Metal sendo despejado no molde para fundição na Riosulense
Metal sendo despejado no molde para fundição na Riosulense

“A grande diferença foi o tempo de entrega do protótipo ou amostra. Com a impressão 3D dá para fazer várias simulações em pouco tempo” – Moacir Schotten, analista de produção na Riosulense.

Depois que a empresa incorporou impressoras 3D no seu processo de desenvolvimento, conseguiram um ganho no tempo de alinhamento no ajuste de peças e um monitoramento mais preciso dos processos de desenvolvimento, o que acabou impactando na diminuição de retrabalhos e desperdícios.

Antes do uso da impressão 3D, haviam situações onde eram necessários cerca de sete ajustes na mesma peça, até que ficasse perfeita. Um processo que podia levar semanas. Usando impressoras 3D, esse tempo diminuiu de semanas para apenas alguns dias.

Aprenda agora: Como introduzir a impressão 3D no seu negócio.

4- Tarso Marques Concept: Personalização de carros com impressora 3D

O designer Tarso Marques, que comanda o quadro ‘Lata Velha’, de customização de carros no programa Caldeirão do Huck – conhece bem as vantagens de usar a impressora 3D no desenvolvimento de peças automotivas exclusivas.

Na sua oficina, ele personaliza peças e acessórios de modelos de carros e motos, dos clássicos à esportivos! Com as impressoras 3D, a customização dos detalhes permite que sua equipe atinja designs diferenciados e exclusivos, além de suprir a demanda de peças de carros antigos, que muitas vezes são impossíveis de encontrar.

Carro com peças personalizadas a partir da impressão 3D pelo Tarso Marques
Carro com peças personalizadas a partir da impressão 3D pelo Tarso Marques

“Modelar uma peça espelhada (idêntica dos dois lados), por exemplo, poderia levar semanas, mas com a tecnologia de impressão 3D, conseguimos realizar o trabalho dentro de algumas horas” – Tarso Marques, ex piloto e designer

Com a alta qualidade de resolução e acabamento utilizando impressoras 3D, a precisão dos encaixes e a variedade de recursos e filamentos, trazem resultados incomparáveis na produção das peças.

É possível desenvolver partes para molde, mas também utilizá-las de forma definitiva nos automóveis. Além disso, a liberdade que a tecnologia traz, permite a criação de designs que não seriam possíveis utilizando métodos tradicionais de fabricação.

Confira: Oficina de Tarso Marques projeta peças personalizadas com impressora 3D.

Conclusão

Profissionais de todo o mundo – e há cada dia mais, também no Brasil – estão aproveitando a capacidade da tecnologia de personalizar facilmente os moldes para protótipos, peças de metal, e até mesmo carros! Isso reduz o tempo de desenvolvimento, de meses para dias, e reduz expressivamente os custos de produção.

Você também tem interesse em transformar sua Indústria usando impressoras 3D? Entre em contato com um de nossos especialistas e descubra qual a melhor solução para o seu negócio. A impressão 3D não é o futuro da Indústria Metalúrgica, é o AGORA!

Compartilhe!

Comentários:

  1. U$20.000,00 para 800
    4 SEMANAS para 2 dias ou até horas…
    não da pra imaginar o quanto isso vai beneficiar a sociedade daqui alguns anos se as industrias conseguem diminuir o custo logicamente quem sempre sai ganhando na historia é o cliente final !!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados