Velocidade de Impressão 3D: Melhores configurações para sua aplicação

Atualizado em: 10 de novembro de 2020 às 13:42

A velocidade de impressão 3D é um tema que gera muitas dúvidas e pode ser complicado.

Aprenda como encontrar as configurações de velocidade de impressão 3D certas para a sua aplicação!

Como definir a velocidade de impressão

A velocidade de impressão 3D geralmente é definida no software de fatiamento (slicer) que você usa para preparar seu modelo 3D para impressão.

No Cura, versão 15.04, por exemplo, você simplesmente insere a velocidade de impressão no campo “Velocidade de impressão” na guia “Básica” (nas versões anteriores, você primeiro deve alternar para o modo “Avançado” e abrir a guia “Velocidade” antes de acessar a configuração de velocidade de impressão).

Assim que você altera a configuração de “Velocidade de impressão”, o Cura recalcula a duração da impressão e a exibe (como na seta acima).

A duração que Cura calcula é praticamente idêntica à duração real da impressão.

Qual a importância da velocidade de impressão 3D?

Uma peça forte e funcional produzida com impressão 3D. Fonte: Ultimaker / YouTube

A impressão 3D muitas vezes é referida como “prototipagem rápida”.

A pequena ironia é que impressões individuais podem levar horas para serem concluídas.

Felizmente, a velocidade de impressão pode ser ajustada para reduzir o tempo de produção, contudo, um ajuste inadequado também pode causar imperfeições e falhas na impressão.

Aqui, vamos mostrar as configurações padrão de velocidade da impressora 3D.

Ao final deste guia, você saberá como encontrar o equilíbrio perfeito entre velocidade e qualidade de impressão.

Lembre-se de que diferentes impressoras, softwares de fatiamento e filamentos podem se comportar de maneiras diferentes, portanto, vários testes podem ser necessários.

Abra seu software de fatiamento e vamos começar!

Velocidade de impressão

Camadas visíveis (direita) causadas por alta velocidade de impressão. Fonte: orcinus / Thingiverse

Modelo de teste: Speed Test Tower by wscarlton (não ilustrado)

A velocidade de impressão é a principal configuração de velocidade que influenciará suas impressões 3D.

Como o nome sugere, a velocidade de impressão determina a velocidade com que os motores de sua impressora se movem.

Isso inclui os motores que controlam os eixos X e Y, bem como o(s) motor(es) da extrusora.

Para testar a velocidade de impressão, baixe o modelo de teste de velocidade de impressão acima.

No link, você encontrará instruções sobre como criar as configurações para esta impressão.

Imprima o mesmo formato em velocidades gradualmente crescentes, permitindo que você identifique visualmente a configuração ideal.

A velocidade de impressão muito lenta pode causar deformação na impressão devido ao bocal ficar muito tempo no plástico.

Quando muito rápida pode haver outros problemas de superaquecimento causados por resfriamento insuficiente, bem como zumbido, sob extrusão e adesão de camada fraca.

O ponto ideal deve ser o mais rápido possível sem sacrificar muito a qualidade de impressão.

Decida quanta qualidade de impressão é apropriada para sua aplicação.

Para refinar melhor a velocidade de impressão, essa configuração normalmente é dividida em muitas outras configurações secundárias:

  • Velocidade da parede externa: Esta configuração ajusta a velocidade com que o perímetro externo da peça é impressa. Normalmente esta configuração é diminuída para melhorar a qualidade da superfície.
  • Velocidade da parede interna: Esta configuração ajusta a velocidade com que o(s) perímetro(s) interno(s) da peça é/são impresso(s). Normalmente é igual à velocidade geral de impressão para diminuir o tempo de impressão, enquanto mantém a rigidez do modelo.
  • Velocidade de preenchimento: Esta configuração ajusta a velocidade de impressão do preenchimento do modelo. Normalmente é igual à velocidade geral de impressão para diminuir o tempo de impressão, enquanto mantém a rigidez da impressão.
  • Velocidade superior/inferior: Esta configuração ajusta a rapidez com que as partes superior e inferior do modelo são impressas. Normalmente diminui ligeiramente para melhorar a qualidade da superfície.

Velocidade de deslocamento

Velocidades de deslocamento excessivas podem causar mudanças de camada. Fonte: All3DP

Modelo de teste: Fine Postive Features test by Make (não ilustrado)

A velocidade de deslocamento ajusta a rapidez com que o cabeçote de impressão da impressora se move quando não está extrudando plástico.

Aumentar a velocidade de deslocamento pode economizar uma quantidade significativa de tempo de impressão, mas aumentá-la demais pode causar problemas de falha ou até mesmo camadas desalinhadas (e, portanto, falha na impressão).

Para determinar a velocidade de deslocamento ideal para sua impressora, imprima o teste de impressão (acima) em várias velocidades de deslocamento, começando em 100mm/s e ajustando em adições de 5mm/s.

Continue aumentando a velocidade se a qualidade da superfície for aceitável e diminua se a qualidade de impressão for prejudicada.

Esteja atento a defeitos como camadas desalinhadas (acima).

Velocidade de Retração

Stringing na peça: Teste de características finas. Fonte: Ultimaker

Modelo de teste: Fine Postive Features test by Make

A velocidade de retração ajusta a velocidade com que a impressora puxa o filamento para trás (uma retração) antes do movimento de deslocamento.

Essa configuração é essencial para reduzir o stringing e melhorar a qualidade de impressão.

Muito lento, você pode ficar com strings (cabelos de anjo) e bolhas em suas impressões.

Muito rápido, você pode acabar com problemas de tração do filamento, que também inclui stringing e bolhas.

Para determinar a velocidade de retração ideal para sua impressora, imprima o teste de velocidade de retração (acima) em várias velocidades de retração, começando em 25mm/s e ajustando em adição de 5mm/s.

Fique atento à “cabelinhos” (fios soltos) em forma de teia ou árvore que se estendem entre as pontas do modelo.

A velocidade de retração perfeita deve ser o valor mais alto que minimiza esses artefatos sem comprometer o fluxo do filamento.

Para definir melhor a velocidade de retração, essa configuração normalmente é dividida em mais duas configurações secundárias:

  • Velocidade de retração: Esta configuração ajusta a rapidez com que a retração (o retorno real do filamento) ocorre. Geralmente é igual à velocidade de retração geral e o ajuste segue o mesmo processo.
  • Velocidade de retração inicial (prime speed): Esta configuração ajusta a rapidez com que o filamento é reinserido após a retração, em preparação para impressão posterior. Aumentar essa velocidade resultará em tempos de impressão reduzidos e menos bolhas devido à exposição prolongada do plástico ao calor. Aumentar demais, entretanto, também pode resultar em aquecimento insuficiente do filamento recém-reinserido antes que a impressão seja retomada. Para a maioria dos usuários, manter isso igual à configuração de velocidade de retração geral deve funcionar bem.

Paredes, preenchimento e altura de camada

Teste Modelo: Não especificado

A velocidade da sua impressora 3D não é afetada somente pela “velocidade” especificamente.

Ela também é significativamente afetada pela quantidade de plástico e em que espessura cada camada da impressão 3D é extrusada.

Essas configurações são incrivelmente detalhadas, portanto, passaremos apenas por informações gerais sobre como cada uma afeta a velocidade de impressão.

  • Paredes: A configuração de paredes (shells) indica quantos perímetros de plástico são extrusados para formar o contorno de sua peça. Aumentar a contagem da parede aumenta a resistência da peça, mas também aumenta o tempo de impressão.
Número de paredes representados em uma peça impressa em 3D. Fonte: All3DP
  • Preenchimento: O preenchimento (infill) é a estrutura interna gerada para economizar material ao imprimir o interior de impressões 3D. O padrão de preenchimento afetará muito a velocidade de impressão, enquanto a densidade de preenchimento alterará drasticamente o tempo de impressão. Uma densidade de preenchimento mais alta aumentará a resistência da peça, mas também o tempo de impressão.
Representação de preenchimento de 10%, 30% e 50% em peças impressas em 3D. Fonte: ResearchGate
  • Altura de camada: A altura de camada tem um impacto significativo na velocidade de saída das impressões. Quanto maior for a altura da camada, mais espessa será cada camada das impressões 3D e, portanto, mais rápido serão as impressões. Faça o ajuste com base na resolução de impressão necessária.
Impressão 3D com altura de camada de 0,8 mm, com linhas aparentes na superfície. Fonte: Ultimaker

Aumentando a velocidade de impressão com um bico maior

Print cores originais Ultimaker, com diâmetro do bico de 0,4 mm. Fonte: Ultimaker

Este é um método simples para aumentar a velocidade de impressão e a taxa de alimentação.

Usar um bico maior é uma maneira fácil de imprimir objetos com mais rapidez, mas você verá uma redução na qualidade na forma de linhas visíveis e superfícies aparentes.

Quando você imprime com um bico de 0,25 mm, você está colocando camadas finas cada vez que passa sobre a superfície de impressão, portanto, obter uma altura de 1 mm exigirá 4 movimentos de extrusão sobre a área.

Em comparação com um bico de 0,4 mm, seriam necessários apenas 3, então você pode ver como o tamanho do bico afeta diretamente o tempo de impressão.

O tamanho do bico e a altura da camada têm uma relação, onde as diretrizes gerais são para você ter uma altura de camada que é no máximo 75% do diâmetro do bico.

Sendo assim, com um bico de 0,4 mm, você teria uma altura de camada de 0,3 mm.

E com um bico de 0,8 mm, você teria uma altura de camada de 0,6 mm.

Aumentar a velocidade de impressão e reduzir a qualidade não é necessariamente uma desvantagem.

Dependendo de qual é sua peça e o projeto, você pode escolher diferentes tamanhos de bico para sua aplicação.

Uma impressão com camadas finas tem maior probabilidade de ter um efeito negativo na resistência do objeto final, portanto, quando quiser alta resistência, você pode escolher um bico maior e aumentar a altura da camada para uma base mais resistente.

Boas Impressões

As velocidades ajustadas corretamente produzem impressões nítidas. Fonte: Ultimaker / YouTube

Escolher os parâmetros adequados para velocidade e fluxo é uma arte. Existem muitas regras de medidas para ajudar nesta tarefa.

No entanto, conforme mostrado neste artigo, eles podem nem sempre estar certos ou ser a solução ideal.

E aí está: Nosso guia sobre como otimizar a velocidade de impressão 3D! Esperamos que tenha sido útil para aperfeiçoar suas impressões 3D.

Para obter mais informações sobre recursos importantes para preparar suas impressões, baixe agora nosso guia gratuito!

Compartilhe!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados