Máscara de proteção impressa em 3D ajuda médicos e enfermeiros no combate ao COVID-19

Atualizado em: 17 de setembro de 2020 às 17:49

Hospitais e instalações médicas em todo o mundo estão relatando escassez crítica de equipamento de proteção individual, como a máscara de proteção facial, que precisam para manter seus colaboradores e pacientes em segurança frente ao COVID-19.

Nesse caso, a ajuda veio de uma fonte inusitada: impressoras 3D.

A comunidade de empresas e universidades que trabalham com impressoras 3D rapidamente percebeu que poderia ajudar a sanar a escassez dessa máscara de proteção, tão essencial nesse momento de pandemia.

Leia agora ou se preferir, ouça esse conteúdo no nosso #Wishcast:

Necessidade desesperada por máscara de proteção

Médicos e enfermeiros que estão trabalhando no combate ao COVID-19 no Brasil já declararam que estão preocupados com a escassez de máscaras de proteção, também chamadas de “face shield”.

A máscara é parte dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) utilizados pelos profissionais no enfrentamento ao vírus, e deve ser usada em complemento às máscaras comuns, por recomendação da OMS – Organização Mundial da Saúde.

Esse equipamento se estende a 1,5 até 2,5 centímetros à frente do nariz, e deixa aos usuários espaço suficiente para usar uma máscara cirúrgica ou máscara N95 por baixo.

O objetivo principal é proteger a região dos olhos, que ficam desprotegidos quando o profissional usa apenas a máscara N95, diminuindo o risco de contágio.

Além de diminuírem as chances de contágio, os protetores podem ser higienizados, o que permite a reutilização do material, diferentemente das máscaras descartáveis.

Produção rápida com impressoras 3D!

A manufatura aditiva pode ajudar a superar rapidamente os desafios da cadeia de abastecimento, diante e paralisações e interrupções no transporte global.

Devido a quarentena e fechamento prolongado de fábricas, comércio e outros segmentos da atividade econômica, incluindo o isolamento de várias regiões, a nova pandemia do COVID-19 já tem causado impacto negativo e escassez nas cadeias de suprimentos e estoques médicos, incluindo as máscaras face shields.

Nesse cenário a impressão 3D tem se tornado uma solução paliativa e rápida para suprir a falta de máscaras protetoras nos hospitais.

Uma vez que não é necessário o molde para fabricação das máscaras, e praticamente qualquer pessoa com acesso à uma impressora 3D pode produzir localmente as face shields.

mascara de protecao impressa em 3d ajuda medicos e enfermeiros no combate ao covid 19 face shield

Leia também: 6 Iniciativas com impressora 3D contra o coronavírus.

Comunidade 3D mobilizada

Uma onda de empresas de manufatura aditiva declararam publicamente sua disposição em apoiar a fabricação de equipamentos médicos necessários para salvar vidas.

A comunidade que envolve empresas, universidades e makers, que trabalham com impressoras 3D, criou uma rede de comunicação, para compartilhar projetos de dispositivos de combate ao coronavírus.

Muitos grandes fabricantes como Ford, Ultimaker e a Brasileira WEG estão dedicando parte de sua capacidade para produzir dispositivos, assim como no âmbito das universidades a UFSC, PUC-RJ, Universidade Federal do Oeste da Bahia, entre outras usam suas impressoras 3D para produção de face shields.

Wishbox contra o COVID-19

Buscando colaborar neste momento tão difícil, nós da Wishbox resolvemos atuar de maneira responsável e contribuir produzindo máscaras de proteção para a rede pública de saúde.

E claro, trabalhando 100% home office.

“Existem muitos médicos e enfermeiros que estão precisando dessas máscaras. Agora, mais do que nunca, devemos contribuir com nossa tecnologia para o benefício dos mais vulneráveis” – Tiago Marin, CMO da Wishbox

Inicialmente, produzimos um lote de 200 máscaras face shield para a rede de saúde pública da região metropolitana de Florianópolis (capital de Santa Catarina), e o feedback desses profissionais foi muito gratificante.

mascara de protecao impressa em 3d ajuda medicos e enfermeiros no combate ao covid 19

Sabemos que isso é apenas um começo.

Atualmente, estamos trabalhando para garantir um suprimento adequado dos demais materiais que compõe a máscara, assim como estamos mobilizando nossa rede de clientes para ajudar ainda mais hospitais com suas impressoras.

Como fazer máscaras de proteção?

As chamadas face shields tem um projeto bem simples, com uma armação feita em impressora 3D, uma viseira feita com lâmina de plástico transparente e uma fita elástica para fixação.

As impressoras 3D FDM já são muito populares hoje e os outros materiais são de baixo custo e costumam ser fáceis de encontrar também.

Além disso, uma cortadora laser também pode ajudar a acelerar e facilitar o processo de montagem.

Já são vários os projetos disponíveis para download na internet, todos opensource (livres de patente), desenvolvidos e disponibilizados gratuitamente pela comunidade.

Projetos para download:

Dentre esses projetos, o que escolhemos imprimir foi o Face Shield RC3 pois o projeto da máscara de proteção pode ser empilhado para maior produtividade de impressão, especialmente durante à noite.

Lista de materiais necessários:

  • Impressora 3D;
  • Filamento para impressão 3D;
  • Máquina de corte a laser (sugerido para maior agilidade de produção);
  • Lâmina de plástico transparente (lâmina de 0,5mm de “Acetato” ou “PETG” são as mais indicadas);
  • Fita elástica;
  • Sacolas para embalagem.

O processo de montagem é muito simples, especialmente se você usou uma cortadora a laser para cortar as lâminas de plástico.

É só encaixar a lâmina à armação (impressa em 3D) e amarrar o elástico para fixação na cabeça.

Segurança e esterilização

A esterilização do ambiente de produção e embalagem apropriada são de suma importância.

Ainda que esteja se tratando de uma ação emergencial, e tenha-se a melhor das intenções, você não vai quer piorar as coisas entregando equipamentos que possam estar acidentalmente contaminados pelo vírus.

Use sempre máscara facial e um novo par de luvas quando for manipular as máscaras.

Higienize cada peça individualmente usando álcool isopropílico, etanol ou solução de água e desinfetante.

Para maiores informações sobre higienização das peças acesse esse link.

Sempre verifique com o profissional da entidade de saúde que irá receber o lote para garantir que sua configuração ou produção esteja de acordo com os padrões deles, e não se ofenda se tiverem cautela ao aceitar sua ajuda.

Conclusão:

A situação de pandemia causada pelo COVID-19 criou um cenário de emergência global, fazendo escasso o acesso à máscaras de proteção facial, tão importantes para os trabalhadores da saúde, e a fabricação digital tem se mostrado uma verdadeira heroína.

Por outro lado, as máscaras feitas por impressoras 3D ou de qualquer outra forma DIY, e sem a devida regulamentação, pode potencialmente atuar como precursoras de doenças.

Por isso, todo cuidado deve ser tomado com esterilização e manuseio.

O que temos que entender é as face shields produzidas com impressão 3D não visam substituir definitivamente as máscara de proteção comercializadas normalmente.

Porém, nessa situação crítica, esses dispositivos podem ser a única proteção à muitos profissionais da linha de frente do combate ao coronavírus.

Queremos saber o que você achou dessa solução!!! Escreva nos comentários.

Compartilhe!

Comentários:

  1. Solidariedade e união esse é o momento. Lindo gesto de ajuda ao próximo e esforços conjunto que sirva de exemplo quando isso acabar, pois tudo passa e essa pandemia irá passar.

    1. Olá Vinicius, tudo bem? Para imprimir essas faceShields, queremos a produtividade posivel, por isso usamos o bico extrusor mais grosso, de 0.8mm, e camadas de 300 mícrons no material PLA Though. Outra configuração que usamos foi o empilhamento dos arcos, dessa forma conseguimos imprimir diversas peças de uma vez, durante a noite, por exemplo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados