Wishbox Technologies

O maior barco impresso em 3D do mundo

Impulsionada pela tecnologia de materiais compósitos e pela maior impressora 3D do mundo, a Universidade do Maine (Orono, ME) entrou para o Livro dos Recordes ao apresentar o maior barco impresso em 3D do mundo.

A impressora 3D produziu um barco de 7,62 metros e 2 ½ toneladas, usando um material compósito que é uma mistura de plástico e celulose de madeira.

Durante a apresentação do barco, um jurado do Guinness World Records estava à disposição para certificar três registros: a maior impressora 3D de polímero do mundo, o maior barco impresso em 3D e o maior item sólido em 3D.

O recordista anterior para o maior barco criado por uma impressora 3D era um barco a remo de 1,21 metros.

Trabalhando a partir de um projeto virtual, uma impressora 3D construiu o barco, camada sob camada.

O barco 3D impresso na Universidade do Maine foi criado em três dias em Setembro de 2019.

A impressora 3D custou US $ 2,5 milhões, mas as máquinas, juntamente com os fundos para instalação, pesquisa e desenvolvimento e outros custos, foram cobertos pelo Exército dos EUA e pelo Corpo de Engenheiros do Exército dos EUA.

Leia também: Impressão 3D auxilia equipe de nautimodelismo da USP.

Habib Dagher, diretor do centro de compósitos e professor de engenharia estrutural, disse que a universidade trabalhou com construtores de navios locais para desenvolver o barco e os possíveis usos da tecnologia.

Ele disse que a impressora 3D pode ser usada para fabricar moldes, e que os construtores de barcos podem usá-la para fabricar iates e outras embarcações, acelerando o tempo de construção.

“Ter a maior impressora 3D do mundo no Maine é uma grande vitória para o estado”, disse Steve Von Vogt, diretor executivo da Maine Composites Alliance.

Ele disse que o estado está se posicionando como líder no desenvolvimento de compósitos e manufatura, e o uso de material compósito com madeira – usado pela indústria de produtos – o torna ainda mais atraente.

Dagher disse que a impressora 3D, juntamente com a oportunidade de trabalhar no centro de compósitos, está atraindo estudantes para o Maine.

“Há cada ano, cerca de 160 estudantes trabalham no centro”, disse ele.

“Trinta ou mais pessoas trabalharam no projeto do barco”, disse ele. “Com tarefas que vão desde a instalação da impressora 3D até a supervisão da impressão do próprio barco”, concluiu.

“Está além do que você poderia obter na sala de aula”, disse Dagher.

“O centro de materiais compósitos está atraindo estudantes universitários para o estado”, disse Dagher. “A longo prazo, poderia ajudar a combater o envelhecimento da população do estado”.

Maine tem a maior média de idade do país.

Fonte: SCUTTLEBUTT.

COMPARTILHE

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin

RECOMENDADOS PARA VOCê

Todos os posts já foram carregados.
Nenhum artigo encontrado.

Preencha seus dados

Prometemos que será rápido!

Em breve você receberá uma ligação de um especialista para entender sua necessidade e tirar todas as suas dúvidas sobre o produto selecionado.

GOSTOU DO CONTEÚDO?

Preencha seus dados para se inscrever na nossa newsletter

Preencha seus dados e receba
o contato de um especialista

Prometemos que será rápido!

ESTAMOS DE CARA NOVA

REFORMULAÇÃO DO SITE

IDENTIDADE VISUAL

NOVOS PRODUTOS

Entraremos em contato

Preencha seus dados para falar diretamente com a pessoa certa.

Preencha seus dados

Prometemos que será rápido!

Em breve você receberá uma ligação de um especialista para entender sua necessidade e tirar todas as suas dúvidas sobre o produto selecionado.

Preencha seus dados

Preencha seus dados