Verdades e mitos sobre Impressão 3D

Atualizado em: 10 de outubro de 2019 às 5:26

Comida, órgãos e até armas impressas em 3D: Existem muitas verdades e mitos sobre Impressão 3D que precisam ser esclarecidos, não é mesmo?

Existem mitos que causam uma mistura entre o entusiasmo e dúvidas sobre impressoras 3D, que potencialmente retardam a adoção e o desenvolvimento mais amplo da tecnologia.

Pensando nisso, separamos uma lista de 14 verdades e mitos sobre impressão 3D.

1# É possível imprimir comida em 3D.

Verdade, já é possível imprimir alimentos em 3D! Veja abaixo o exemplo do restaurante Food Ink, que foi inaugurado em 2016 no Reino Unido.

Existem várias impressoras 3D específicas para gastronomia, capazes de criar doces e salgados, como mousses de chocolate ou massas de pizza. Além das impressoras 3D especializadas nisso, ainda existem outros modelos FDM desktop que possuem kits 3D adaptáveis para culinária. Os ingredientes devem ser frescos, e alguns precisam de técnicas de gastronomia molecular para serem preparados.

2# É possível imprimir apenas peças plásticas em 3D.

Mito! Apesar das impressoras 3D oferecerem uma gama variada de polímeros em formato de resinas ou filamentos plásticos avançados, outros materiais mais resistentes como metais já podem ser impressos em 3D.

E além de plástico e metal, as impressoras 3D podem imprimir biomateriais e até mesmo compostos de fibra de vidro, fibra de carbono ou de madeira. A maiorias desses recursos se desenvolvem como filamentos, e este é um campo que está sendo avançando em paralelo às impressoras 3D.

3# É possível imprimir órgãos em 3D.

Isso é mito, pelo menos por enquanto! Entretanto, a verdade é que ainda estamos nas primeiras tentativos e nenhum órgão humano real foi impresso ainda.

Os cientistas estão testando a bioimpressão de órgãos relativamente simples em organismos de animais, então, devemos segurar nossos ânimos por enquanto. O problema com órgãos, mais do que com qualquer outro produto, é a incapacidade de imprimir efetivamente vários materiais ao mesmo tempo.

Leia o caso do coração impresso em 3D.

4# É possível imprimir em 3D a partir de uma foto.

Verdade! Existem ferramentas como a Litophane, que permitem você imprimir suas fotos. Veja o resultado no vídeo, a impressão da foto contra a luz, cria sombras e torna o objeto um ótimo artigo de decoração!

Mas, ainda que seja possível imprimir fotos em 3D, para se obter um projeto 3D de fato, é necessário integrar um equipamento de escaneamento 3D ao processo.  

5# É possível imprimir um carro em 3D.

Mito! Por mais que as pesquisas e testes com impressão 3D tenham avançado muito, ainda não foi possível produzir um carro totalmente impresso em 3D. Porém, o modelo Strati, por exemplo, nos mostra que isso não está muito longe de acontecer.

O carro elétrico foi quase totalmente impresso em 3D, teve apenas o motor, rodas, janelas e bancos fabricados da forma tradicional.

6# A impressão 3D é uma tecnologia recente.

Mito! Apesar da popularização da impressão 3D acontecer em 2011, com a comercialização de impressoras 3D FDM da Makerbot, a manufatura aditiva já havia sido criada e explorada por Chuck Hull, em, 1984! Veja abaixo um vídeo que contamos a breve história da impressão 3D.

7# É possível imprimir uma casa em 3D.

Verdade! Na Holanda, já estão desenvolvendo um projeto com casas habitáveis impressas em 3D. Na verdade, a impressão 3D é feita por braços robóticos gigantes e um bico de extrusão, que adiciona um cimento especial camada por camada, assim como as impressoras 3D FDM trabalham.

A primeira casa impressa em 3D tem previsão para ser entregue em 2019, será a primeira de muitas outras construções por meio da manufatura aditiva.

8# Já imprimiram armas em 3D.

Verdade! Nos EUA houve uma polêmica relacionada a produção de armas impressas em 3D, que durante um tempo até alarmou as autoridades. Porém, a fama do assunto durou pouco tempo, pois apesar dos potenciais danos, essas armas durariam apenas um ou dois disparos. Além disso, uma forte fiscalização global na internet removeu todos os arquivos disponíveis deste tipo de projeto e ainda fiscaliza ativamente as discussões em fóruns do tema.

9# A impressão 3D vai substituir a mão de obra e causar muitos desempregos.

Mito! Ao contrário do que muitas pessoas pensam, a impressão 3D veio para otimizar processos, e não substituir mão de obra. É claro que é necessário um treinamento para uso, mas através da manufatura aditiva, muitos trabalhos são agilizados. Além disso, as impressoras 3D tendem a ampliar oportunidades no mercado, não o contrário. Segundo um estudo feito pela A. T. Kearney, há uma perspectiva de crescimento de 64% nos empregos de engenharia de 2017 à 2027.

Leia o caso do engenheiro Cidmar Justos que alavancou sua carreira graças a impressão 3D.

10# A impressão 3D substitui qualquer processo de manufatura.

Mito! Apesar da eficiência e progresso das impressoras 3D, elas são mais adequadas para produção de peças personalizadas e com alto grau de complexidade.

Por enquanto, parece que os métodos de fabricação tradicionais estão aqui para ficar e produzir maciçamente altos volumes à taxas que não são alcançadas através da impressão 3D.

11# Daqui a uns anos todos terão uma impressora 3D em casa.

Mito! Ok, esta afirmação parece lógica, mas ainda assim, não vai acontecer tão cedo. Impressoras 3D podem ficar extremamente baratas e fáceis de usar, mas da mesma forma, os serviços de impressão on-line vão baratear. Além disso, para obter bons resultados com impressoras 3D é necessário se ter habilidades de design 3D (CAD) e dominar a operação do equipamento, o que requer um maior grau de interesse e estudo.

12# As impressoras 3D consomem muita energia.

Mito! Apesar das impressoras 3D utilizarem extrusoras (no caso das FDM), ou elementos para aquecimento de material e concepção das peças 3D, elas definitivamente não consomem muita energia!

Para você ter noção, em 1h de impressão 3d é consumido em média 0,36 kw/h, praticamente o mesmo consumo de um computador e menos que o consumo de um chuveiro elétrico.

13# Impressoras 3D são extremamente caras.

Mito! Como em todas as categorias de produtos, existem impressoras 3D caras e baratas que os consumidores podem escolher adquirir. No passado, apenas grandes indústrias tinham acesso a impressoras 3D, mas a medida que a tecnologia avançou, se tornaram mais acessíveis, sem perder qualidade de impressão.

Hoje existem impressoras 3D desktop para uso profissional à valores extremamente acessíveis, sendo possível obter o retorno do investimento (ROI) em pouco tempo.  

14# As impressoras 3D só podem imprimir peças pequenas.

Mito! Hoje já existem impressoras 3D capazes de imprimir 1,80 m, o tamanho de uma pessoa em pé. E além de impressoras 3D com volumes grandes, ainda é possível imprimir peças modulares para encaixe, como foi o caso do motociclista Jonathan Brand, que montou uma motocicleta em tamanho real, imprimindo suas partes em uma impressora 3D desktop e montando.

E aí, conseguiu esclarecer os mitos e verdades sobre impressão 3D? Essa tecnologia tem um amplo potencial, que ainda está sendo desenvolvido e explorado para cada vez mais ajudar a humanidade, e no meio de tantas utilidades, é normal surgir uma dúvida ou outra.

Conte nos comentários qual mito ou verdade que mais te chocou e não esqueça de compartilhar esse artigo para informar outras pessoas sobre o assunto!

Compartilhe!

Comentários:

  1. ESTE É O MEU SONHO DE CONSUMO, MAIS EU VOU CHEGAR LÁ, COM FÉ EM DEUS, ME AGUARDEM!!!!!!!!!!!, DESCULPE A MINHA EMPOLGAÇÃO, TUDO ISTO É PORQUE EU JÁ TENHO DUAS IMPRESSORAS, UMA MINI-UP DA AKAD E A OUTRA É 3DMAX PARA DOIS FILAMENTOS, GRATO PELA COMPREENSÃO.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados