Protótipo: Entenda o Que é, Para Que Utilizar e Como Fazer

Atualizado em: 17 de dezembro de 2019 às 10:51

A inovação efetiva inclui sempre um risco de fracasso.

Mas você nunca vai saber se não testar.

Grande parte das empresas investem alto em determinado projeto para descobrir no fim que o conceito planejado para o produto simplesmente estava errado.

Imagine poder poupar esse tempo e, consequentemente, os custos no desenvolvimento de produtos criando protótipos!

Mas você sabe o que seria um protótipo? Como desenvolver um protótipo? O que é um protótipo físico? Como fazer prototipagem rápida?

Descubra agora o que é um protótipo e uma forma inovadora e eficiente de desenvolver um.

O que é protótipo?

Um protótipo é um modelo preliminar de algum projeto para prova de conceito ou até mesmo como MVP (Produto Viável Mínimo).

Durante a fase de testes e/ou planejamento de um produto, os protótipos são usados para aumentar a chance de sucesso do projeto.

A partir do protótipo inicial outros modelos e aprimoramentos podem ser desenvolvidos até a validação final de um produto.

Realizar a etapa de prototipagem reduz incertezas sobre a aparência, requisitos; usabilidade e até o desempenho do produto, podendo evitar prejuízos desnecessários.

Prototipagem rápida, a revolução!

A elaboração de protótipos foi revolucionada com uso da tecnologia de impressão 3D.

Essa tecnologia permite muito mais agilidade na fabricação, a um baixo custo e de forma extremamente fiel ao projeto digital.

A utilização da impressão 3D permite um novo conceito que se chama de prototipagem rápida.

Nesse processo de prototipagem rápida, modelos físicos são fabricados diretamente de um modelo virtual, de forma muito mais rápida, e isso permite um maior volume de testes e melhorias.

prototipo prototipagem rapida
Protótipos feitos pela Peloton

4 tipos principais de protótipos

Agora que você já sabe o que é um protótipo, conheça agora os 4 principais tipos:

1. Protótipos evolutivos

Os protótipos evolutivos nada mais são que modelos que evoluem de uma versão do produto para a próxima.

São testes que precisam ser retrabalhados durante o desenvolvimento do produto, buscando atingir a qualidade ideal do produto.

Esses protótipos são sempre apresentados detalhadamente, com registro de cada alteração feita e teste realizado em cada fase.

Durante o desenvolvimento do produto, os testes são formalizados até a apresentação do modelo final aprovado.

Lançar produtos rapidamente e com o número adequado de iterações (ensaios) se torna uma tarefa simples de se realizar aliado da impressão 3D.

Confira um exemplo de protótipo evolutivo num processo de desenvolvimento:

2. Protótipo comercial

Um protótipo comercial pode ser considerado o mesmo que um protótipo funcional, pois é voltado à validação de funcionalidade.

Esse tipo de protótipo deve levar em consideração principal o sucesso de utilização do produto em questão, incluindo em certos casos a ergonomia.

Hoje é possível fabricar um protótipo comercial com as propriedades específicas que seu produto demanda usando impressoras 3D.

Um protótipo comercial, feito com impressão 3D, traz grande vantagem às empresas devido seu investimento reduzido e grande potencial de personalização rápida do produto.

prototipo comercial
Protótipo comercial, pronto para ser usado como produto final

3. Protótipo físico para validação estética

Voltado à validação estética / de design, o protótipo físico deve levar em consideração principal a fidelidade visual ao produto final.

A impressão 3D se sobressai neste tipo de teste por permitir o uso de ampla gama de materiais e cores diferentes, que muitas vezes não podem ser criadas facilmente em outros métodos de manufatura.

Com resoluções na escala de mícron, o detalhamento do protótipo espelha o que o produto final deve ser.

Seja para validar com um investidor ou cliente, para transmitir melhor o produto e o preparar para sair do estágio de desenvolvimento, ou até mesmo para apresentar seu produto antes de seu lançamento oficial.

prototipo volumetrico
Protótipo físico para validação de projeto

4. Protótipos volumétricos

Os protótipos volumétricos servem de base para as prototipagens funcionais e estéticas, pois engloba encaixes, dimensões e afins.

A impressão 3D pode ser usada neste caso para testes de pressão em encaixes, testes de dimensões dos modelos 3D e suas proporções entre si.

Além de permitir sucesso em testes funcionais e estéticos, recria fielmente o modelo e sua geometria.

Os protótipos volumétricos tornam reais todas as propriedades planejadas pelo desenvolvedor e prontas a serem postas à prova.

Para que utilizar protótipos?

Algumas características que você idealiza sobre o seu produto podem não funcionar.

Alguns pontos que você projeta, algumas vezes – ou muitas vezes – podem ficar muito bonitas no papel, mas na prática não funcionarem.

Com a criação de protótipos, você e sua equipe têm a possibilidade de compreender o que pode dar certo ou errado, ainda na fase inicial do projeto.

Assim também é possível agregar maior conhecimento com esse processo – pois há muito aprendizado na tentativa de corrigir os erros mostrados pelo protótipo.

Mas por que utilizar impressoras 3D para fabricar seus protótipos?

Há pouco tempo, haviam muitas dificuldades na execução de protótipos, pois envolviam um tempo grande e um gasto considerável que inviabilizavam a prática em muitas situações.

Porém, hoje em dia, com o advento das impressoras 3D desktop, essa prática se tornou muito mais simples e mais difundida.

Através da impressão 3D, as empresas conseguem projetar um modelo e recriá-lo fielmente em questão de horas, significando mais produtos sendo lançados em menos tempo.

É grande a economia, tanto de tempo quanto investimento, utilizando manufatura aditiva para prototipagem.

Conheça 5 motivos para utilizar protótipos:

1. Para testar designs e garantir o interesse dos clientes

Os protótipos são importantíssimos para testar designs de forma segura e garantir o interesse de clientes potenciais.

Com eles, você percebe aspectos que não aparecem na análise teórica, ou virtual do projeto!

O protótipo proporciona uma visão prática a respeito do que, de fato, funciona ou não.

Você pode então, a partir dele, testar materiais e formas diferentes.

Além disso, com um protótipo, você realiza pesquisas de mercado de forma mais prática, prevenindo falhas antes do lançamento do produto e evitando perdas por problemas de aceitação do seu público-alvo.

Em uma perspectiva de design centrado no usuário, a prototipagem é uma das mais valiosas formas de obter feedback.

2. Para testar falhas e favorecer o aprendizado

Por meio da construção de um protótipo, você pode, rapidamente, eliminar as abordagens que não funcionam para focar no que for mais eficaz.

Com isso, sua empresa e sua equipe ganham muito em aprendizado, pois a cada falha terá início um novo processo de pesquisa.

A cada ciclo de correções, o conhecimento geral da equipe é incrementado de forma substancial.

Incorre-se no velho ditado que diz que se aprende com os erros.

A inovação efetiva inclui sempre um risco de fracasso.

Thomas Edison, importante inventor, teve de tentar diversas vezes antes de chegar a seu modelo definitivo da lâmpada.

Por fim, ele chegou à seguinte conclusão:

“Após conduzirmos centenas de experimentos em determinado projeto sem encontrar uma solução, um de meus sócios expressou descontentamento e desgosto sobre termos falhado e não aprendermos nada. Eu alegremente assegurei a ele que aprendemos algo. Pois aprendemos com toda certeza que a coisa não poderia ter sido feita desse modo, e que teríamos que tentar de outra maneira”.

A frase mais tarde foi sintetizada pela crença popular, como “aprendemos 1.000 maneiras de não se fazer uma lâmpada”.

prototipo o que e
Primeiras lâmpadas de Thomas Edison

3. Para obter feedback antecipado

Dada a sequência de elaboração usual de um projeto, o feedback costuma ser muito tardio.

Geralmente, o feedback ocorre após o lançamento do produto, é preciso lançar versões posteriores corrigidas.

Os benefícios da prototipagem em relação à avaliação e ao feedback são vários, por exemplo:

  • Obtê-los ainda na fase de desenvolvimento, permitindo correções antes do lançamento do produto, evitando perda de tempo, oneração do projeto e retrabalho;
  • Ter retornos mais elaborados, possíveis de obter em cada fase do projeto, embasados no protótipo e não somente no projeto teórico, o que poderia mascarar aspectos perceptíveis somente após a execução;
  • Mesclar avaliações de diversas fontes, com pontos de vistas de diferentes âmbitos profissionais, como marketing, engenharia, design e, ainda, dos clientes. Desses últimos, traz-se ainda o benefício da melhor personalização do produto final.
prototipo-visual
Protótipo para Feedback do que pode ser melhorado, feito pela BOSEbuild

4. Para obter um ciclo de desenvolvimento dinâmico

O modelo tradicional de produção de produtos era extremamente linear: cada etapa deveria ser concluída totalmente antes da execução da próxima.

Os erros eram, então, aferidos ao final desses processos e, eventualmente, a correção deles implicava retornar às etapas precedentes.

Com a prototipagem rápida, cada etapa é seguida pela elaboração de um protótipo, e avaliada a partir disso.

O dinamismo que a impressão 3D leva à esse ciclo é benéfico porque agiliza o processo de testes e modificações para adequação ao modelo ideal.

Um bom exemplo de empresa que conseguiu otimizar o tempo de desenvolvimento dos seus projetos foi a oficina de customização de automóveis do Tarso Marques do Lata Velha.

Entenda melhor assistindo o vídeo sobre o case no nosso canal do Youtube.

prototipo beneficios
Na primeira imagem, a peça está sofrendo alterações no programa de modelagem 3D para que, como mostra na segunda imagem, ela seja impressa com as devidas alterações sugeridas. Se o protótipo apresentar perfeição, já pode produzir a peça final com o material adequado, assim como na última imagem

5. Para fortalecer suas apresentações

A prototipagem de seus conceitos de design pode ser uma maneira eficaz para ilustrar suas ideias e obter aprovação de seus superiores e parceiros.

Muitas vezes, os projetos mais ousados são rejeitados porque não há um entendimento efetivo sobre a sua proposta.

prototipo impresso em 3D
Teste com um protótipo para validação de um projeto

Então, o ideal é apresentar um protótipo.

Assim, eles ampliam o contato com a sua ideia e aumentam o nível de interesse.

Imagine o impacto causado pelo protótipo do produto em suas mãos, e você, seguro e pronto para argumentar sobre todas as suas vantagens!

É muito mais mais eficaz para chamar a atenção e despertar o interesse do que as velhas apresentações de slides, não acha?

Passo a passo de como fazer um protótipo

Agora que você já entende quais são os tipos de protótipo e qual a importância de fazer, você precisa saber como dar forma às suas ideias!

Aprenda em 3 passos como construir um protótipo!

Passo 1: Conceitualização

Esse processo tem início no planejamento do produto, em que são realizadas reuniões para a elaboração do projeto e para a criação do design.

É nessa etapa em que não só os demais estágios são definidos, mas todas as ideias são colocadas no papel, a fim de organizar os processos e as definições do projeto.

Passo 2: Desenvolvimento

Depois de ter os conceitos e requisitos definidos, é hora de colocar a mão na massa.

A primeira etapa é desenvolver o protótipo para testar o conceito projetado.

Nesse estágio, é preciso prototipar o produto aliando o design definido às características implementadas.

Caso sejam identificadas algumas falhas, é preciso realizar correções no produto — tanto no design quanto nas demais requisitos.

Passo 3: Validação e lançamento do produto

Com o protótipo em mãos, é necessário avaliar suas estruturas e seu desempenho junto com as diversas áreas relacionadas e, principalmente, com o cliente.

Tendo tudo isso aprovado, chegou o momento de iniciar a produção final.

Conclusão

Empreendedores de sucesso não esperam para falhar: eles são proativos, inovadores e não esperam que as falhas ocorram para lançar mão de novas ideias melhoradas!

Ao fazer um protótipo de um produto usando a impressão 3D, você se insere em um novo e dinâmico mundo que, por sinal, é uma das maiores tendências para o futuro.

Seja qual for o tipo de protótipo que você deseja fazer, você terá a garantia de sucesso do seu produto!

E que tal inovar a maneira como os protótipos do seu produto podem ser feitos?

Veja como introduzir a impressão 3D no seu negócio e comece agora a testar suas ideias de forma mais eficiente e produtiva!

Compartilhe!

Comentários:

    1. Se ela dependesse do modelo tradicional para fazer todo o processo até chegar em um produto final demoraria 1 ANO pra lançar UM produto a diferença é gigante imagina só a vantagem competitiva que ela conseguiu conquistar .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados