Qual o Preço da Impressora 3D e Como Escolher a Melhor?

Atualizado em: 9 de setembro de 2020 às 15:22

As fabricantes estão oferecendo cada vez mais opções para os consumidores e o preço da impressora 3D pode variar bastante.

Os modelos mais vendidos no Brasil diferem bastante entre si não só pelo desempenho e design, mas também pelo preço.

Para ajudar os interessados em comprar uma impressora 3D a escolherem o modelo certo, a Wishbox listou quais são os tipos de equipamentos para cada perfil de usuário, suas configurações e uma média de preços no Brasil, incluindo as mais baratas, mais caras e intermediárias.

Quer saber qual o preço da impressora 3D e como escolher a melhor? Continue lendo esse post!

Qual o preço de uma impressora 3D?

Há uma grande diferença de preço entre as impressoras 3D industriais e as desktop. Em suma, a faixa de preço das impressoras 3D industriais varia de R$80.000 à R$8.000.000 e as impressoras 3D desktop tendem a ficar abaixo de R$50.000, sendo possível encontrar kits para modelos caseiros por até R$3.000.

As impressoras 3D têm tecnologias, qualidade, materiais, tamanho e funcionalidade de impressão diferentes, por isso seu preço varia tanto quanto varia o preço de um carro.

A impressão 3D desktop (FDM) é a tecnologia mais vendida no Brasil e no mundo há 7 anos.

De acordo com relatório da 3D Hubs, a tecnología FDM representa 70% de todo o mercado global.

O preço de uma impressora desktop (FDM) pode variar de R$ 3.000 – em modelos mais básicos de uso doméstico, para mais de R$ 20 mil em equipamentos profissionais e de alto desempenho.

Saiba mais sobre as diferenças: Impressora 3D industrial VS. impressora 3D desktop.

Quais fatores afetam o preço de uma impressora 3D?

Com opções de marcas, modelos e valores que variam tanto, é importante entender quais são os fatores que afetam o preço de uma impressora 3D.

Confira os principais:

1) Pesquisa & Desenvolvimento / Patentes: Pode-se levar anos de trabalho e engenharia até que uma máquina se torne uma impressora 3D estável e de alta qualidade. Os custos e as patentes de engenharia desempenham um papel enorme no preço final da máquina.

2) Volume de construção: Existem algumas exceções, mas de um modo geral, as impressoras 3D com plataformas de impressão de grande escala são mais caras.

3) Montagem e peças: Quando um fabricante utiliza peças de alta qualidade, é claro que isso afetará o preço do produto final. O tipo de montagem também tem impacto. É mais barato, logisticamente, enviar apenas peças em comparação à uma impressora 3D totalmente montada. Kits de peças ou uma impressora 3D semi-montada tendem a ser mais baratas, porém, isso implica em outros problemas, como o padrão de montagem e a precisão.

4) Serviço e garantia: Isso nos leva ao último ponto que determina o preço da impressora 3D: o serviço. Frequentemente, as impressoras 3D mais baratas vêm de fabricantes que dificilmente prestam serviços e têm apenas uma garantia limitada.
Há uma boa chance de você precisar de algum tipo de suporte ao comprar uma impressora 3D.

Caso você tenha comprado de uma empresa estabelecida, você terá a garantia de que sempre haverá atendimento ao cliente para fazer o suporte técnico.

Além disso, se algum componente da máquina quebrar, você ficará satisfeito por ter escolhido um produto com garantia.

Devo escolher uma impressora nacional ou importada?

Na verdade, você não deveria escolher uma impressora 3D simplesmente pelo equipamento ser nacional ou importado.

O mais importante é PESQUISAR a fundo as alternativas disponíveis no mercado.

Sendo assim, se você está lendo este artigo, parabéns! Está no caminho certo!

É essencial saber as suas reais necessidades, como o tipo de acabamento que procura e volume de produção que pretende usar.

Além disso, é essencial avaliar questões como: assistência técnica, treinamento e garantia oferecidos.

Converse com pessoas que possuem experiência com a marca que você está pesquisando e confira:

  • A impressora 3D dá muitos problemas?
  • Qual é a qualidade das peças que ela produz?
  • A empresa oferece suporte técnico de qualidade?
  • A quanto tempo a impressora está operando/ qual a durabilidade?

Depois disso, cabe a você escolher o equipamento com o melhor custo-benefício, e o preço da impressora 3D não será mais a única questão.

Quanto custa uma impressora 3D no Brasil?

Estamos em um país onde a carga tributária é uma das maiores do mundo, além de termos uma moeda, o Real, muito desvalorizada, por isso o investimento em qualquer equipamento aqui no Brasil tende a ser mais caro do que em outros países do mundo.

Mas deixando os lamentos de lado, e voltando ao tema principal…

O preço de uma impressora 3D no Brasil pode variar tanto quanto varia o preço de um carro.

Como já falamos, os valores vão desde 3 mil reais à milhões de reais.

 

As impressoras 3D mais baratas são, em sua maioria, de origem chinesa ou montadas a partir de kits de peças chinesas e podem custar de 3 à 12 mil reais, sendo mais procuradas pelo público maker de entusiastas na impressão 3D.

No outro extremo temos a categoria das impressoras 3D industriais, que variam de R$100 mil à R$10 milhões.

Estamos falando de investimentos para empresas de grande porte e que tenham requisitos de produção que justifiquem tamanho investimento.

Já as impressoras 3D desktop profissionais, variam de R$ 20 mil à R$ 60 mil e oferecem uma ótima solução alternativa para empresas e profissionais, sem exigir um investimento financeiro significativo.

Elas estão ficando cada vez mais semelhantes à uma impressora 3D industrial de ponta, entregam resultados profissionais, custos mais baixos, lead-times mais rápidos e maior escalabilidade.

Mas não se esqueça: o mais importante é você fazer uma compra que ofereça o melhor retorno sobre o investimento (ROI), de acordo com a sua demanda.

Quanto custa para importar uma impressora 3D?

Se você está avaliando a possibilidade de importar uma impressora 3D no Brasil é importante ter muito cuidado!

Além do preço do equipamento (moeda estrangeira X conversão para o real), é necessário levar em conta os custos logísticos, de impostos, tarifas e taxas, além da necessidade de se obter as autorizações para a importação.

Para se ter uma base, o custo somente com os impostos de importação no Brasil tende a ser equivalente à 60% do valor da impressora 3D somado ao custo logístico.

Ou seja, você tende a gastar muito mais do que pode aparentar inicialmente para importar uma impressora 3D.

Além disso, sua mercadoria sempre corre um risco de ficar trancada na Aduana devido à uma possível inconsistência na documentação ou licença de importação.

Por estes motivos, se você busca fazer um investimento seguro em uma marca internacional, é recomendável procurar uma marca que possua um representante oficial no Brasil, como é o caso da Ultimaker e de outras marcas internacionais de referência.

Ao escolher um representante no Brasil, você ainda irá contar com Nota Fiscal e garantia nacional.

Não esqueça de perguntar se a empresa oferece suporte técnico, treinamento e peças de reposição para a impressora.

Os 3 modelos com melhor custo benefício

Conheça agora as 3 impressoras 3D com o melhor custo benefício:

Uma opção profissional acessível: Ultimaker 2 +

A Ultimaker 2+ é uma impressora 3D FDM desktop holandesa muito confiável, eficiente e fácil de usar.

Graças à sua compatibilidade com uma ampla gama de materiais, é adequada para uma variedade de aplicações, desde protótipos até ferramentas personalizadas.

É uma excelente impressora 3D que oferece resultados consistentes se você está precisando de facilidade de uso e peças de alta qualidade.

Área impressão: 223 x 223 x 300mm (X-Y-Z).

Materiais compatíveis: Filamentos Ultimaker PLA, ABS, Nylon, CPE, CPE+, PC, TPU 95A e PP (também compatível com filamentos de terceiros)

Software: Cura

Resolução: De 20 a 600 mícrons

Aquecimento do bico: Extrusor até 260ºC

Mesa aquecida: Até 20 – 115ºC

Treinamento: Em português

Valor. até R$ 20.000*

Clique aqui para pedir um orçamento.

Impressora 3D compacta e confiável: Ultimaker S3

A impressora 3D Ultimaker S3 é perfeita para te entregar peças com acabamento de alta resolução sem ocupar muito espaço no seu desktop.

Você pode escalar a prototipagem e a produção à medida que sua empresa cresce, usando uma impressora 3D desktop mais acessível e com uma área menor de impressão.

Área impressão: 230 x 190 x 200 mm (X-Y-Z).

Materiais compatíveis: Filamentos Ultimaker e outros

Software: Cura

Resolução: De 20 a 600 mícrons

Treinamento: Em português

Valor. até R$ 50.000*

Clique aqui para pedir um orçamento.

Impressora 3D desktop com qualidade industrial: Ultimaker S5

Essa impressora 3D desktop FDM possui um maior volume de impressão e entrega resultados precisos para peças de nível industrial.

De fácil instalação e fácil de usar, a Ultimaker S5 proporciona extrusão dupla confiável, para uma solução completa de impressão 3D profissional.

Isso significa alto up-time e menos problemas para maior produtividade.

Área impressão: 330 x 240 x 300 mm (X-Y-Z).

Materiais compatíveis: Filamentos Ultimaker PLA, PLA Tough, ABS, Nylon, CPE, CPE+, PC, TPU 95A, PP, PVA e Breakaway (também compatível com filamentos de terceiros)

Software: Cura

Resolução: De 20 a 600 mícrons

Aquecimento do bico: Extrusor até 260ºC (dupla extrusora)

Mesa aquecida: Até 20 – 140ºC

Treinamento: Em português

Valor. até R$ 60.000*

Clique aqui para pedir um orçamento.

As 4 principais aplicações para uma impressora 3D

A tecnologias de manufatura aditiva estão sempre em desenvolvimento, ficando mais aprimoradas e acessíveis, e com isso mais aplicações são descobertas há cada dia.

Aqui separamos 4 das principais aplicações para uma impressora 3D. Confira:

1 – Prototipagem rápida

Todo produto – antes de ser lançado no mercado – passa por uma fase de testes até a sua validação e enfim chegar nas mãos do consumidor final.

Para muitos segmentos na indústria, fabricar protótipos (peças para teste e validação de produtos) envolviam alto custo e muita demora – isso antes do uso de impressoras 3D!

Utilizando impressoras 3D para criar protótipos, hoje as empresas podem fazer mais testes por um valor mais baixo e conseguem lançar seu produtos mais rapidamente no mercado, melhorando o tão chamado lead-time.

E ainda, com o desenvolvimento de novos materiais compósitos para impressão 3D, as empresas são capazes de fabricar protótipos com propriedades variadas, como mais flexibilidade, resistência ao impacto, ao desgaste, ao calor, etc.

preço impressora 3d ender PROTOTIPO
Protótipo impresso em 3D e peça final (Fonte: Indiamart)

Saiba mais: Protótipo: Entenda o Que é, Para Que Utilizar e Como Fazer.

2 – Ferramentas e acessórios para linha de produção

Muitas empresas de manufatura trabalham constantemente para melhorar sua produtividade com custos mais baixos possíveis.

Para garantir que as máquinas trabalhem de forma segura sem interrupções, é necessário manter o arsenal de ferramentas e acessórios para a linha de produção em dia.

O alto nível de complexidade que a manufatura aditiva possibilita, com a velocidade e precisão em que as peças podem ser fabricadas, tornam a impressão 3D a solução ideal para a produção de ferramentas e acessórios no chão de fábrica.

Quer ver como isso funciona? Assista o vídeo abaixo e saiba como a Heineken conseguiu garantir sua continuidade imprimindo ferramentas e acessórios na sua linha de produção:

4 – Produção de pequenos lotes de peças

As impressoras 3D podem ser utilizadas para fabricar pequenos lotes de peças de uso final.

Isso oferece maior flexibilidade; permitindo que as empresas produzam peças em baixo volume, sem os riscos envolvidos na fabricação de grande escala.

A possibilidade de “imprimir localmente” as peças de acordo com a demanda, reduz o tempo e os custos referentes a terceirização de serviços de fabricação.

impressora 3d preço peças de uso final
Garras robóticas impressas em 3D

Leia também: Escalando a produção de pequenos lotes com a Ulitimaker S5

Então, vale a pena comprar uma impressora 3D?

A melhor maneira de você saber se vale a pena comprar uma impressora 3D, é conversando com um profissional experiente, que possua autoridade no assunto.

Conversar com alguém que possa tirar todas as suas dúvidas a respeito da tecnologia, sem dúvidas trará à você mais segurança e confiabilidade para comprar uma impressora 3D.

Considere essas questões no momento de decisão de compra da impressora 3D:

  • Você sabe modelar em CAD para criar seus projetos em 3D?
  • Se você não sabe modelar em 3D, pode contratar alguém para fazer isso?
  • Com qual frequência você vai usar a impressora 3D?
  • Qual a qualidade de peças você está procurando?
  • Você está considerando os custos de materiais, treinamento e manutenção?
  • Quanto você pode investir?

Se você quiser esclarecer suas dúvidas e entender se vale a pena comprar uma impressora 3D, clique aqui para conversar com um especialista no assunto agora mesmo.

Como escolher a melhor impressora 3D para você

Leve em conta as necessidades e objetivos do seu projeto para escolher a melhor impressora 3D para você.

O caminho ideal é começar definindo os seus requisitos de produção, e a partir disso, encontrar as alternativas de equipamentos que atendam a estas demandas.

Pense em requisitos como por exemplo: volume de produção diário; tamanho das peças; qualidade de de acabamento da superfície almejado; tolerâncias e dimensionais; resistência mecânica ou simplesmente o custo operacional da impressora 3D.

Escolher a melhor impressora 3D é como escolher a melhor caminhonete para um trabalho.

Por exemplo, se você precisa transportar muitas toneladas de terra, provavelmente precisará de uma picape a diesel mais robusta e mais cara. Você pode até comprar uma picape menor a mais barata, mas ela pode não aguentar o tranco.

Outro ponto interessante a considerar é o tempo envolvido em pós processamento. Se a impressora trás a possibilidade de trabalhar com materiais especiais para suporte, por exemplo, você não precisará gastar muito tempo melhorando o acabamento da sua peça.

Não esqueça de considerar todos os custos que envolvem a compra, os consumíveis, treinamento, suporte técnico e manutenção

Com base nisso, procure entender qual tecnologia de impressão 3D e o modelo que oferece o melhor custo benefício para o seu modelo de negócio.

DICA: Vá além das especificações técnicas! Busque por referências da empresa,
casos de sucesso validado, se possível fale com clientes da marca
e descubra se o atendimento é realmente bom.

Nessa hora ajuda muito ter uma boa conversa com um especialista no assunto que possa te ajudar a definir os requisitos e encontrar as alternativas de impressoras.

Conclusão

 

O preço da impressora 3D já caiu muito com a difusão das impressoras 3D desktop, e hoje é acessível para diversos perfis de usuários.

As impressoras 3D mais populares são baseadas na tecnologia FDM (Fused Deposition Modeling).

Elas estão ficando cada vez mais semelhantes à uma impressora 3D industrial de ponta.

Mas lembre-se, ainda assim o preço é inversamente proporcional a qualidade.

Não esqueça de avaliar depoimentos de usuários e a credibilidade da empresa que está vendendo o equipamento, pois certamente precisará dela em algum momento.

Por fim, selecione a impressora 3D e o fornecedor que represente o melhor custo-benefício para o seu cenário e esteja certo de um investimento rentável além de muito versátil.

Compartilhe!

Comentários:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados