9 formas de maximizar seu Retorno de Investimento em Impressora 3D

Investir em impressora 3D é uma estratégia que mais e mais empresas estão adotando. Para se ter uma idéia, uma pesquisa feita em 2018, revela que 93% das empresas veem a impressão 3D como uma vantagem competitiva na sua estratégia geral. Mas e você,  já sabe como isso pode ser viabilizado no seu modelo de negócio? Quanto tempo levará para ter o retorno sobre o investimento? E qual o potencial de lucro? Se ainda não sabe, continue lendo nossa matéria para entender algumas formas de aumentar o ROI.

Fonte: Sculpteo

O alarmante percentual de 93% deixa claro o papel estratégico do investimento em impressora 3D. O crescimento de 3% só no último ano, apontando ainda a tendência de contínuo crescimento da adoção desta tecnologia nas empresas. Ainda no sentido do avanço das tecnologias de fabricação digital, pesquisa realizada pela CNI (Confederação Nacional da Indústria) mostra que em 2016, 63% das grandes indústrias utilizavam tecnologias digitais. Esse percentual sobe para 73% em 2018, o que comprova a tendência de crescimento do investimento em tecnologias da Indústria 4.0 como um todo.  

O advento da impressora 3D desktop (em meados de 2011), trouxe um grande avanço ao setor de impressão 3D, e decorrente disso, sua popularização possibilitou a instalar a tecnologia dentro de empresas de todos os portes, até mesmo as pequenas e médias empresas. De qualquer maneira, independente do porte de sua empresa, para justificar o investimento em uma impressora 3D, você deve estar atento ao ROI, para tomar uma decisão baseada em resultados.

Retorno Sobre Investimento – ROI

O Retorno Sobre Investimento, também conhecido pela sigla ROI (do inglês Return Over Investment) é uma taxa de retorno – quanto o investidor ganhou (ou perdeu) – em relação ao valor aplicado em determinado investimento, dando ao mesmo tempo uma análise sobre o que aconteceu e uma perspectiva sobre o futuro do mesmo.

É para o ROI que os investidores costumam olhar ao avaliar a possibilidade de seguir adiante com o processo de investimento. Pois do ponto de vista do proprietário do capital, é essencial saber quanto ele ganhará em rendimentos para cobrir tudo aquilo que foi investido.

Com isso em mente, separamos 9 formas de maximizar seu retorno de investimento em impressora 3D, com dados atuais e alguns casos de sucesso para inspirar você:

1- Acelerando o desenvolvimento dos seus produtos

Em um mercado competitivo, quem sai na frente com o lançamento de novos produtos, têm mais chances de ganhar maior fatia daquele mercado. Uma pesquisa realizada pela Sculpteo, mostra que 47% dos empresários entrevistados consideram a aceleração do desenvolvimento de produtos como uma das principais prioridades estratégicas.

As impressoras 3D são ferramentas extremamente rápida na criação de protótipos. Seja para uma apresentação do conceito do produto ou para um teste funcional, a impressão 3D é a forma mais rápida de chegar do projeto 3D a um produto real e 100% fiel ao projeto CAD. Casos reais mostram que a impressão 3D pode acelerar de 3 à 10 vezes o tempo de desenvolvimento de um novo produto.

Um exemplo disso é a empresa Embraco, que acelerou desenvolvimento com impressão 3D.  A implementação da impressão 3D desktop permitiu à empresa obter etapas de validação e ajustes muito mais rápidas, sendo altamente responsiva ao fazer alterações e adaptar o design de seus novos produtos, trazendo um retorno de investimento em poucos meses.

2- Produzindo peças personalizadas

A produção de peças únicas e personalizadas abre novas possibilidades de negócios e de margens superiores a média de mercado. Para 33% dos profissionais que responderam ao relatório de 2018, a produção personalizada e séries limitadas são uns dos principais benefícios da impressão 3D.

Comparado aos processos de fabricação tradicionais, o custo de customização é muito mais baixo com impressão 3D. Se tratando de impressoras 3D, se você fizer a produção de uma mesma peça cem vezes, ou se fizer cem peças diferentes e personalizadas, o tempo e o custo de produção seriam praticamente os mesmos. Esta é uma das principais razões pelas quais esta tecnologia é muito interessante para customização em massa de produtos.

A personalização em massa possibilita produção de séries limitadas, por exemplo – como fez a empresa Gillette, para trazer uma experiência de personalização ao consumidor com impressoras 3D, o que conferiu grande destaque à campanha e ainda mais prestígio de seus clientes que buscam exclusividade e uma experiência diferenciada.

Edição limitada de modelos exclusivos da Gillette

Agora imagine as possibilidades no seu negócio se você puder criar um produto feito sob medida para seus clientes? Mais clientes, mais lucro, maior o retorno do investimento na sua impressora 3D.

3- Aumentando a flexibilidade da linha de produção

20% dos empresários consideram a impressão 3D como um ativo real para aumentar sua flexibilidade de produção. Esse número pode parecer decepcionante, mas o importante é sua evolução ao longo do tempo. Para 2020, 27% dos profissionais afirmam que a impressão 3D será um fator chave para melhorar a flexibilidade de produção.

A tecnologia ainda não está implementada o suficiente como uma ferramenta de flexibilidade, mas estima-se que ganhe esse espaço também nos próximos anos. Usando a impressão 3D como meio de produção, você poderá alinhar processos de fabricação e suprimento just-in-time com estoque 0.

Não haverá necessidade de você pré-produzir e estocar sua próxima entrega. Você poderá adaptar a quantidade necessária para cada prazo. Sua produção poderá ser totalmente flexível para a demanda de seus clientes.

Esse é um estudo que já vem sendo realizado pela gigante Electrolux, que fará peças de reposição com impressão 3D para evitar o custo de manter grandes estoques de peças de reposição com pouco giro.

4- Otimizando custos com produtos de demonstração

O cliente compra o que vê, não é mesmo? Por esse motivo, quanto mais o produto de demonstração estiver parecendo um produto final, mais você conseguirá que as pessoas comprem seu item.

Contudo um dos principais problemas com a criação de produtos demo é o custo induzido, pelo fato de que você criou apenas uma série muito limitada. Por este motivo, faz sentido analisar que 15% dos profissionais entrevistados, esperam usar a impressão 3D como um produto de demonstração para diminuir seu custo.

Esse foi o caso da empresa de engenharia Wöhler, que conseguiu obter resultados incríveis com o uso da Impressão 3D para otimizar a criação de protótipos funcionais. A empresa teve 75% de economia, fazendo um protótipo funcional impresso na tecnologia SLA para demonstração.

Protótipo funcional 100% impresso na tecnologia SLA para demonstração

Com a impressão 3D você pode obter um produto demo muito semelhante ao produto final, à um custo muito mais baixo do que por outros métodos de fabricação. Dependendo da qualidade do equipamento e da tecnologia utilizadas, você pode obter a mesma superfície lisa que um plástico moldado por injeção. Isso significa uma maneira eficaz de obter retorno do seu investimento.

5- Diminuindo seu investimento em ferramentaria

13% dos empresários acreditam que a impressão 3D está ajudando a diminuir o investimento em ferramentas.

O motivo é simples: com os métodos tradicionais de manufatura, você precisa criar ferramentas específicas para produzir cada produto. Este custo é uma barreira de entrada real para séries limitadas e médias.  

Porém com a impressão 3D, não é necessário criar nenhum molde ou ferramenta para dar forma ao seu produto – apenas um arquivo 3D digital! O preço que você pagará será apenas o do custo do insumo.

6- Economizando com dispositivos e acessórios para linha de montagem

Gigas de montagem, gabaritos e acessórios para linha de produção costumeiramente são feitos em metal e tem sua produção terceirizada, o que implica em custos, peso e armazenamento associados, além do tempo de desenvolvimento e entrega. Agora, a impressão 3D oferece total liberdade para imprimir dispositivos e gabaritos personalizados e just-in-time com facilidade.

Acessório para controle de qualidade impresso na Form 2

É possível reduzir o tempo de desenvolvimento de ferramentas de meses para uma questão de dias, permitindo a personalização e ajustes precisos para todas os tipos de peças.  Além disso é possível reduzir os custos de milhares de reais por ferramenta para valores muito mais acessíveis.

7- Escolhendo a impressora 3D ideal

Uma das formas de garantir um bom ROI é fazer a escolha certa da impressora 3D. Você já conhece a demanda dos seus projetos, portanto certifique-se de que a impressora que irá investir esteja de acordo com isso.

Tecnologia certa

É extremamente importante saber qual tecnologia se encaixa melhor no seu modelo de negócios. As três tecnologias de impressão 3D mais utilizadas no mundo são a FDM, SLA e SLS. Cada uma delas tem suas características específicas, que atendem melhor a cada tipo de negócio ou projeto. E importante comparar as tecnologias FFF, SLA e SLS de acordo com seu objetivo de uso.

  • FFF / FDM (fabricação por filamento fundido): Envolve baixo custo de investimento, muita versatilidade com gama de materiais e sistema de suporte solúvel, pouca necessidade de pós-processamento, porém suas linhas de impressão são visíveis.
  • SLA (estereolitografia): É ideal para objetos com detalhes minuciosos e oferece as superfícies mais suaves entre todas a tecnologias, possui ampla gama de resinas funcionais, porém demanda pós- processamento (lavagem, cura, remoção de suportes) e a matéria prima tem prazo de validade.
  • SLS (sinterização seletiva a laser): Ideal para grandes volumes de produção, onde todo o envelope de construção pode ser preenchido, otimizando tempo. Não demanda construção de estruturas de suporte nas peças, porém produz somente peças maciças e é o método mais caro entre os três, tanto do equipamento, quanto dos insumos.

Qualidade certa

Outro ponto muito importante, independente da tecnologia, é a qualidade do equipamento. Você deve fazer uma ampla pesquisa sobre a marca que está considerando comprar, avaliando desde relatos de usuários, tempo da marca no mercado, disponibilidade de suporte técnico especializado e treinamento. Impressoras 3D de boa qualidade oferecem maior desempenho, incluindo melhor qualidade de acabamento, mais recursos de configuração e maior taxa de sucesso.

Escolhendo uma impressora 3D de qualidade você evita perder tempo lidando com problemas da máquina. Convenhamos, é mais importante você dedicar seu tempo à desenvolver projetos do que a fazer manutenção em uma impressora 3D. Pense que um investimento mais  barato não significa um melhor custo-benefício para sua empresa. Esteja atento ao Retorno Sobre o Investimento!

8- Economizando com terceirização de impressão 3D

Terceirização do serviço de impressão 3D significa nenhum investimento inicial em maquinário e capacitação. Muitas empresas acabam optando pela terceirização das demandas de impressão 3D, pois nem sempre tem orçamento para investir em impressoras 3D industriais.

Tempo é dinheiro

Na fase de desenvolvimento de projetos, a produção de protótipos e peças de teste de forma rápida são fundamentais para empresas que querem acelerar o lançamento de novos produtos. Ainda que o serviço de impressão 3D terceirizado ofereça acesso à tecnologia sem investimento, os lead-times costumam ser mais longos devido à toda burocracia necessária (orçamento, aprovação, produção, logística, faturamento), podendo demorar dias ou até semanas.  

Uma solução alternativa

Aí pode surgir a dúvida, terceirizar ou internalizar impressão 3D? Internalizar a impressão 3D com impressoras 3D desktop oferece uma ótima alternativa, sem exigir um investimento financeiro significativo. Existem hoje impressoras desktop de alto desempenho que entregam resultados profissionais, à custos mais baixos. Uma impressora 3D dentro de casa confere lead-times muito mais rápidos, em poucas horas, e possibilita mais interações ao longo do projeto.

Na ponta do lápis 

Para garantir o melhor retorno sobre o investimento é importante comparar o valor que seria gasto anualmente em contratação de serviços de impressão 3D versus a aquisição do seu próprio equipamento. Dependendo do número de peças a serem produzidas e do volume de impressão, o investimento em uma impressora 3D desktop pode ser superado em poucos meses.  

9- Converse com especialistas no assunto

Outra dica super importante é falar com especialistas sobre o assunto. Procure profissionais que realmente entendam o que vai ou funcionar (ou não) para o seu modelo de negócio! A Wishbox, por exemplo, oferece atendimento de consultoria gratuita e personalizada, para você entender claramente qual  será o ROI com a impressão 3D dentro da sua empresa, para que você tome uma decisão consciente e certeira.  

Esperamos que essas 9 dicas te ajudem a garantir o retorno do investimento em impressora 3D! Confira também nossos materiais ricos, para continuar aprendendo a melhor forma de usar a impressão 3D na sua empresa.

Compartilhe!

Comentários:

  1. Muito interessante o conteúdo, me ajudou a abrir os olhos para as possibilidades de aplicação dentro da minha empresa e como justificar o investimento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados